Casal vítima de facadas se casaria em 3 semanas

Um ataque a facadas pôs fim ao sonho do engenheiro João Feliz de Carvalho Napoli e da bióloga Caroline de Azevedo Moutinho, que estavam de casamento marcado. Neste domingo (28) o casal seguia para um almoço na casa da avó de João quando, ao passar pela Lagoa, na Zona Sul do Rio de Janeiro, próximo ao Túnel Rebouças, o carro em que estavam foi atacado por um morador de rua aparentemente alucinado. O homem colocou metade do corpo para dentro do veículo.



João entrou em luta corporal com o agressor e foi golpeado. Em seguida, Caroline, de 30 anos, saiu do carro para ajudar o noivo, mas também foi atacada com golpes na mão e na barriga. Os dois foram socorridos para o Hospital Municipal Miguel Couto, mas João não resistiu aos ferimentos.



Durante o socorro a João, outro homem foi esfaqueado e ferido pelo morador de rua: o personal trainer Marcelo Henrique Corrêa Cisneiros Reis, de 39 anos, que também não resistiu e morreu no hospital. Ao todo, cinco pessoas — entre elas uma bombeira e um policial militar — ficaram feridas no cerco ao criminoso.



Na última postagem que fez no Instagram, há mais de um mês, João se declarou para a noiva: "Todo dia ao seu lado é motivo pra comemorar. Te amo". Caroline agradeceu a declaração de amor: "Coisa mais linda dessa vida!", comentou a bióloga, com mestrado em Imunologia pela UFRJ. O casal namorava há 6 anos.



Já o personal trainer Marcelo Cisneiros, outra vítima do ataque, estava indo para a casa da mãe para o almoço de domingo, quando viu o ataque. Ele foi golpeado quando tentou impedir que o morador de rua chegasse próximo às pessoas que socorriam João, já caído no chão.



“Ele foi ajudar e não vai voltar nunca mais”, disse a bancária Hérica Reis, irmã de Marcelo.



O personal trainer era morador da Penha, Zona Norte do Rio, e dava aulas de crossfit em várias academias espalhadas pela cidade.



O esfaqueador só foi contido após ser baleado nas pernas por um policial. Ele foi identificado como Plácido Correa de Moura, de 44 anos, e foi preso sob custódia.