Cemitério costeiro colapsa na Itália e centenas de caixões são lançados ao mar

Um deslizamento de terra em uma área costeira próxima à cidade de Gênova, no Noroeste da Itália, causou o colapso de um cemitério na última segunda-feira (22). Centenas de caixões foram lançados ao mar.

O Cemitério da cidade de Camogli foi construído há mais de 100 anos, situado na área de um penhasco à beira-mar, que colapsou na segunda, causando uma “inimaginável tragédia”, como classificou Francesco Olivari, prefeito de Camogli. No sábado (20), as obras de manutenção que estavam em curso no local foram interrompidas depois que os trabalhadores notaram rachaduras na rocha, o que pode ter impedido a presença de pessoas no momento da queda:

“Nós estávamos fazendo um trabalho numa porção da costa rochosa perto da área que caiu. Alguns sinais de fissuras foram vistos e nós decidimos fechar o cemitério” – contou o prefeito Francesco, que completou – “Esse tipo de colapso é muito difícil de detectar ou prever, mas essa área é sujeita a esse tipo de ocorrência".

De acordo com Giacomo Giampedrone, assessor regional de proteção civil, estima-se que 200 caixões caíram no mar com o colapso de parte do penhasco. No entanto, apenas 10 deles haviam sido recuperados até ontem (23), e o resgate dos restantes “vai depender das condições do mar nos próximos dias”, disse Giacomo.