Presos dois suspeitos de participação em roubo de carga de ouro em aeroporto de SP A Polícia Civil prendeu, neste domingo (28), dois suspeitos de participação no roubo de 720 kg de ouro que ocorreu no Aeroporto Internacional de Guarulhos na última quinta-feira (25). Entre os detidos, está o homem que afirmou ter sido feito refém durante o roubo.

De acordo com o pedido de prisão temporária expedido pela Justiça, o funcionário era, no esquema, a “pessoa responsável pela disponibilização de informações privilegiadas sobre a chegada da carga de ouro aos demais participantes do roubo, havendo, inclusive, relatos de tentativas anteriores, mas fracassadas”.

Os policiais refizeram com ele o trajeto desde o momento de sua abordagem até a soltura e o sequestro da esposa. Os agentes informaram que, durante o caminho, o funcionário do aeroporto demonstrou “bastante nervosismo” e pediu para explicar a verdade dos fatos. Na delegacia, ele teria confessado a participação no crime.

O ouro roubado corresponde a cerca de R$ 110 milhões, segundo a polícia. Gravado por câmeras de segurança, o assalto durou menos de cinco minutos, segundo policiais federais, entre a entrada dos criminosos no local e a fuga. Não houve tiroteio e ninguém ficou ferido. Os criminosos usaram dois carros adesivados com a marca da Polícia Federal.