Vacinação para hoje no Rio e só deve voltar em uma semana; segunda dose está garantida

A cidade do Rio de Janeiro interrompe nesta terça-feira (16) a campanha de vacinação contra a Covid-19 por falta de doses. Esperando a chegada de novas remessas da CoronaVac e da vacina da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o município só tem reservada a segunda dose para quem já recebeu a primeira.

Nesta terça, estão sendo imunizados os idosos com 83 anos ou mais. Amanhã, seria vez dos cariocas com idade a partir dos 82 anos, mas as vacinas acabaram. A prefeitura do Rio espera uma nova remessa da vacina do Instituto Butantan para a próxima terça-feira (23), enquanto que a Fiocruz ainda não deu previsão de entrega do próximo lote.

A produção no Instituto Butantan está mais adiantada, uma vez que já foram recebidos desde o dia 03 os insumos para o envase de 8,7 milhões de doses da CoronaVac. O Butantan estimou 20 dias para concluir o processo. Já a Fiocruz, que também recebeu os insumos para sua vacina na primeira semana de fevereiro, não deve entregar as doses antes do dia 24. A Fundação negocia a importação de mais 2 milhões de doses novas do instituto Serum, mas não há previsão de chegada.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde do Rio (SMS), o calendário de vacinação da cidade retorna ao ponto inicial, já que havia sido antecipado em uma semana no início do mês e agora será suspenso também por sete dias de aacordo com a estimativa.

O vacinômetro da prefeitura do Rio aponta que 254.119 pessoas já foram imunizadas no município, cerca de 3,77% da população.