Brasileiros adotam de vez o PIX, que já conta com 65 milhões de cadastrados

O brasileiro está cada vez mais familiarizado com o PIX, o mais recente sistema de pagamentos e transferências simultâneas do Banco Central (BC). O total de cadastrados atingiu a marca de 65 milhões em janeiro.

De acordo com o BC, 61,5 milhões de pessoas físicas e 3,98 milhões de pessoas jurídicas – empresas – cadastraram ao menos uma chave do PIX. O total passou de 56,04 milhões em dezembro para 65,49 milhões em janeiro. Ao todo, 159,38 milhões de chaves já foram registradas no sistema até janeiro, contra 133,87 milhões em dezembro.

O tipo de transação mais popular é, com folga, a transferência entre duas pessoas físicas. Entretanto, o presidente do BC, Roberto Campos, explicou que, com o crescimento da confiança dos usuários na segurança do sistema, a tendência é de crescimento do número de transações entre pessoas e empresas, o que já vem acontecendo nos últimos meses.

PIX

O PIX foi lançado pelo Banco Central para todos os usuários no dia 16 de novembro de 2020 e permite realizar transações financeiras pelo celular em até 10 segundos. As chaves devem ser cadastradas diretamente nos aplicativos das instituições financeiras, sendo elas, bancos, apps de pagamentos e fintechs.