Arthur Nory recupera medalhas roubadas de sua casa

O ginasta brasileiro Arthur Nory teve uma madrugada tão emocionante quanto suas conquistas nas primeiras horas desta quarta-feira (10). O atleta foi chamado a comparecer a uma delegacia de polícia para recuperar as medalhas que foram roubadas de sua casa no último dia 5. 

Nory fez questão de registrar o momento e demonstrou toda a sua gratidão ao trabalho dos policiais

A PM informou que as medalhas foram localizadas após uma denúncia anônima no Jardim Adalgisa, em Osasco. As medalhas estavam em uma lixeira.

Depois de ter tido várias medalhas furtadas por dois bandidos que entraram em sua casa na zona oeste de São Paulo, Nory recebeu da Organização Desportiva Pan-Americana (Odepa), a informação que ganharia de volta medalhas idênticas às conquistadas nos Jogos Pan-Americanos de Lima, em 2019. Outras medalhas que foram furtadas foram de etapas da Copa do Mundo e campeonatos nacionais. 



As medalhas conquistadas no Mundial de 2019 (ouro) e na Olimpíada do Rio de Janeiro de 2016 (prata) estavam guardadas em outro local. 

“Muito, muito obrigado! Pela corrente, por compartilharem o roubo. Recuperadas TODAS as medalhas. Estou me tremendo todo e vocês não imaginam a emoção que é!
Muito obrigado Polícia Miliar, Polícia Civil, Marcelo, Dilson, soldado Luz, soldado Marie, soldado Merten, veículos de comunicação, TV, amigos, família. Todos que estavam se mobilizando. Recuperadas em Osasco. Gratidão a todos”, escreveu Nory como legenda de um vídeo em que ele aparece recuperando as medalhas.