Polícias Civil e Militar apreendem motos e detêm líderes de “rolezinhos” no Rio

As Polícias Civil e Militar do Rio de Janeiro iniciaram nesta sexta-feira (05) uma operação de combate aos chamados “rolezinhos”, quando grandes grupos de motociclistas circulam em conjunto pelas ruas, de madrugada, “perturbando o sossego público”.

O último encontro foi marcado livremente pelas redes sociais e seria realizado a partir de meia noite desta sexta, na Rodoviária Novo Rio, em São Cristóvão, na Zona Norte do Rio. Os policiais foram ao local e muitos motociclistas tentaram fugir.

Ao todo, 21 motocicletas foram apreendidas, 39 prioritários foram multados e três líderes dos grupos foram levados para a 23ª DP (Meier). Eles foram ouvidos e liberados em seguida. Os suspeitos irão responder por perturbação do sossego público, organização criminosa e exibição de manobras perigosas em vias públicas.

Os rolezinhos vêm sendo analisados por meio das imagens de câmeras de segurança espalhadas pela cidade do Rio. Um dos atos flagrados foi a interrupção do fluxo de um túnel, passível de multa de R$ 6 mil, suspensão de habilitação e apreensão do veículo. Segundo as investigações, o grupo também realiza exibições em alta velocidade pela cidade e dispensam o uso de capacetes.

Nas redes, organizadores dos “eventos” prometem não se abater e continuar promovendo os rolezinhos.