Cidade do Rio supera São Paulo em número de vítimas da Covid-19 Apesar de ter 6,7 milhões de habitantes, quase a metade da população de São Paulo, com mais de 12 milhões, a cidade do Rio de Janeiro é a que mais tem vítimas da Covid-19 em todo o Brasil. A capital fluminense chegou ontem (04) à marca de 17.535 óbitos e passou São Paulo, que registra 17.491 mortes por covid.

Campo Grande é o Bairro do Rio com o maior número de vítimas. Na sequência aparecem Bangu, Tijuca, Copacabana, Realengo e Barra da Tijuca.

Nesta quinta-feira, o Rio tinha 945 pacientes hospitalizados com a doença, sendo 426 deles na UTI. A maior parte está em unidades da rede municipal: 541.

Medidas de contenção
Na tentativa de mudar este cenário, reduzindo o número de infectados, além de acelerar a vacinação da população, a prefeitura do Rio adota novas medidas para evitar aglomerações. Uma delas é a proibição de blocos de Carnaval e escolas de samba. Os infratores poderão ser enquadrados em risco de crime contra a saúde pública. A Guarda Municipal está autorizada a desligar carros de som.

Um decreto com as regras de proibição de desfiles entre os dias 12 e 22 de fevereiro foi publicado no Diário Oficial desta sexta-feira (5). O prefeito Eduardo Paes já tinha determinado a suspensão do ponto facultativo na segunda-feira de carnaval (15) e feito um acordo para que o comércio abra durante o feriado nacional do dia 16 de fevereiro.

A prefeitura também irá proibir a entrada de veículos fretados na cidade.