TikTok vai bloquear acesso a menores de 13 anos na Itália após morte de criança em desafio

Os diretores da rede social chinesa TikTok divulgaram nesta quarta-feira (03) que entraram em acordo com as autoridades da Itália para bloquear o acesso de usuários menores de 13 anos ao aplicativo no país. A medida foi tomada depois da morte de uma menina de 10 anos que participava de um desafio na rede.

No caso, que foi noticiado no último dia 22 de janeiro, a menina italiana Antonella, de 10 anos, morreu asfixiada após participar de um desafio promovido por usuários do TikTok que consistia em prender a respiração até desmaiar. Antonella foi encontrada pela irmã de 5 anos já sem vida, com um cinto em volta do pescoço.

A Promotoria Pública de Palermo, capital da Sicília, segue investigando o caso. No acordo fechado pela TikTok com as autoridades regulatórias da Itália, a rede vai bloquear, a partir do dia 09 de fevereiro, todas as contas de usuários italianos. Depois, serão readmitidos aqueles que autodeclararem idade igual ou maior que 13 anos.

A chefe de segurança infantil da empresa na Europa, Alexandra Evans, afirmou também que o aplicativo passará a disponibilizar um botão de denúncia de usuários que aparentarem ser menores de 13 anos. Além disso, a TikTok concordou em avaliar o uso de inteligência artificial na detecção de contas de menores.

Como a sede da empresa na Europa fica na Irlanda, as medidas terão de ser acordadas também com a autoridade loca de privacidade e proteção de dadosl.