Morre veterano inglês que arrecadou milhões para ajudar profissionais de saúde no combate à Covid-19

Morreu nesta terça-feira (02), aos 100 anos, Sir Tom Moore, veterano inglês da Segunda Guerra Mundial que arrecadou R$ 285 milhões para ajudar os profissionais de saúde do país a combaterem a Covid-19. Ele foi internado no último domingo (31) após ser diagnosticado com o novo coronavírus.

A notícia da morte foi confirmada pela família do capitão Sir Tom Moore. “O último ano da vida do nosso pai foi nada menos do que notável. Ele foi rejuvenescido e experimentou coisas que sempre sonhou” – afirmaram em nota suas filhas, que completaram dizendo que ele “foi um pai e avô incrível e permanecerá vivo em nossos corações para sempre”.

No início da pandemia em 2020, durante o primeiro lockdown no Reino Unido, ele lançou uma campanha com meta de arrecadação de 1 mil libras esterlinas – pouco mais de 7 mil reais – enquanto caminhava em torno do seu jardim com a ajuda de um andador. A comoção foi geral e o valor arrecadado chegou a 38,9 milhões de libras – 285 milhões de reais. A quantia foi doada para o Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido (NHS).

O feito foi reconhecido pela Rainha Elizabeth II, que condecorou o veterano com o título de Cavaleiro (Sir). Em nota, a residencial real britânica lamentou a morte de Sir Tom Moore:

“Sua Majestade gostou muito de conhecer o capitão Sir Tom e sua família em Windsor no ano passado. Seus pensamentos, e os da família real, estão com eles, reconhecendo a inspiração que ele forneceu para toda a nação e outras em todo o mundo.”