Irajá supera Santa Cruz e conquista título de bairro mais quente do Rio em 2020

O bairro de Irajá, na Zona Norte, conquistou o título de bairro mais quente da cidade do Rio de Janeiro em 2020, de acordo com o Alerta Rio. O sistema de monitoramento da prefeitura constatou que o bairro registrou a maior temperatura em toda a cidade em 36% dos dias do ano passado.

O “título” de Irajá surpreende aos cariocas, que têm no imaginário o bairro de Bangu, na Zona Oeste, como o mais quente do Rio. Na verdade, segundo o Alerta Rio, depois de Irajá vêm Santa Cruz, na Zona Oeste, e São Cristóvão, na Zona Norte. Mas tem um detalhe: Bangu não conta mais com uma estação de medição de temperatura, portanto pode seguir como o bairro mais quente nos corações dos moradores.

De acordo com especialistas, Irajá reúne algumas das condições mais propícias para as altas temperaturas. O bairro é altamente ocupado pela urbanização, conta com pouca arborização e é próximo de uma das vias mais movimentadas da cidade – a Avenida Brasil. Além disso a distância do litoral e a localização entre grandes maciços dificulta a circulação de ar.

Ao contrário do que se imagina, quando sentimos o tempo quente, não estamos experimentando apenas os raios solares, mas principalmente o aumento da temperatura provocado pela radiação do sol no solo. Por isso, áreas altamente ocupadas pela urbanização são mais quentes do que áreas verdes.

Calor em 2021

E aprece que Irajá vem forte na disputa em 2021. Nesta quarta (28), a estação meteorológica do bairro registrou a temperatura máxima de 40,2 graus, que é hoje o recorde do ano.

De acordo com o Alerta Rio, as condições atmosféricas na cidade do Rio de Janeiro não terão mudanças significativas nesta sexta-feira (29), com temperaturas elevadas e sem previsão de chuva. O céu ficará claro a parcialmente nublado e os ventos estarão fracos a moderados, sendo mais intensos nos períodos da tarde e da noite. A temperatura máxima prevista é de 41°C e a mínima de 20°C.


Siga-nos