Brasil chega a 1 milhão de vacinados contra a Covid-19

O Brasil já vacinou mais de 1 milhão de pessoas contra a Covid-19. A marca foi atingida menos de 10 dias após o início da campanha de vacinação, que começou no último dia 18.

De acordo com o levantamento do ‘Coronavírus Brasil’, que utiliza dados das Secretarias de Saúde, o país chegou, na noite desta terça-feira (26), à marca de 1 milhão de doses de vacinas contra a Covid-19 administradas. Às 9h desta quarta (27) o número já chega a 1.045.746 vacinados.

O ritmo acelerado confirma a expectativa de especialistas em saúde coletiva que apontam a grande capacidade do Sistema Único de Saúde (SUS) do Brasil em suportar campanhas de vacinação de grande porte. Com a chegada de insumos para a produção de novas doses da CoronaVac e da vacina de Oxford, previstos para as próximas duas semanas, e o início da vacinação em massa, o número de vacinados deve disparar.

Segundo o ‘Our World In Data’, o Brasil já entrou no top 10 de países que mais administraram doses de vacinas contra a Covid-19.

Campanha começou com restrições

A campanha de vacinação contra a Covid-19 começou no Brasil na segunda-feira da semana passada (18), após a liberação das vacinas CoronaVac, solicitada pelo Instituto Butantan, e da vacina de Oxford/AstraZeneca, solicitada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

O início foi com o público restrito a profissionais de saúde da linha de frente do combate à Covid; trabalhadores da saúde envolvidos na campanha de vacinação; idosos, pessoas com deficiência e funcionários de casas de repouso; indígenas e quilombolas. Nesta quarta-feira, o grupo prioritário está sendo ampliado para profissionais de saúde idosos fora da linha de frente da Covid.

Todos os vacinados no Brasil, até agora, receberam apenas a primeira dose. No caso dos imunizados com a CoronaVac, a segunda dose deverá ser aplicada em até 28 dias. Já para quem recebeu a vacina de Oxford, o prazo da segunda dose é de cerca de três meses.