Bolsonaro anuncia que a China liberou a exportação de insumos para produção da CoronaVac O presidente Jair Bolsonaro informou na tarde desta segunda-feira (25) que a Embaixada da China anunciou pela manhã a exportação dos 5.400 litros de insumos necessários à produção da vacina CoronaVac no Brasil.

A carga foi aprovada e já está em área aeroportuária para pronto envio ao país. De acordo com Bolsonaro, os insumos devem chegar ao Brasil nos próximos dias.

O presidente disse ainda que os insumos da vacina AstraZeneca também estão com liberação acelerada.

Bolsonaro agradeceu a sensibilidade do Governo chinês, bem como o empenho dos Ministros Ernesto Araújo (Relações Internacionais), Eduardo Pazuello (Saúde) e Tereza Cristina (Agricultura).

O que são esses insumos, o IFA? O chamado Insumo Farmacêutico Ativo (IFA) é o cerne das vacinas, o insumo principal de todo medicamento. A substância confere a atividade farmacológica à vacina ou a qualquer outro medicamento.

No caso da CoronaVac, é o próprio vírus inativado. No caso da vacina de Oxford, é um adenovírus modificado geneticamente para carregar com uma sequência genética do Sars-CoV-2. São eles que vão "enganar" o nosso corpo para produzir os anticorpos, que vão reagir se e quando o corpo for realmente contaminado.

Os outros componentes presentes na vacina são chamados excipientes e, apesar de não serem responsáveis pela atividade farmacológica, são importantes para seu perfeito funcionamento até o final do prazo de validade.