Publicidade

Encontrando Deus em cada passo

Recordista americano em maratona e meia-maratona, o corredor olímpico Ryan Hall afirma basear seus treinamentos em ensinamentos da Bíblia. Hall se afastou de seu ex-treinador, por alegadamente não acreditar em seu potencial, e em 2011 chegou a preencher um formulário oficial em uma competição colocando Deus como seu treinador. Um oficial de doping disse que ele tinha que listar uma pessoa real no formulário, e Hall prontamente respondeu: “Deus é uma pessoa real”.



 



 



 



 



Mas Ryan afirma ter passado por uma “jornada louca” cheia de altos e baixos incríveis. Agora ele está compartilhando a história de fundo sobre como descobriu o verdadeiro propósito e a bondade de Deus em meio aos altos e baixos de sua vida Hall, autor do novo livro, “Run the Mile You're In: Finding God in Every Step”(Corra a milha que você está: Encontrando Deus em cada passo”, em tradução literal) recentemente disse que ele tinha uma “pergunta ardente dentro” de seu coração quando ele tinha apenas 13 anos de idade. Ele perguntou: "O que é preciso para se tornar um atleta olímpico?"



 



 



 



 



 



 



 



 



Através do trabalho duro e dedicação, Hall finalmente descobriu, enquanto trabalhava para as Olimpíadas e se tornava um dos corredores mais rápidos da América. Ao longo do caminho, sua crença em Deus o sustentou, com Hall proclamando que sua "fé e ... corrida são tão conectadas".



 



 



 



 



 



 



 



 



“[Eu tive uma] jornada maluca cheia de altos épicos e baixos realmente baixos”, disse Hall. "Eu cresci tanto nessa jornada." Mas não foi tudo tranquilo. O atleta olímpico explicou que os desafios que encarou ao perseguir seus objetivos pareciam intransponíveis - e parecia que ele estava falhando. Hall disse que há um versículo bíblico em particular que o guiou durante essa jornada. "Um dos meus versículos bíblicos favoritos em Provérbios diz: “Embora um homem justo caia sete vezes, ele se levanta novamente ", disse Hall. "Eu tive que dizer a mim mesmo esse verso tantas vezes e acho que esse verso é realmente intrigante."



 



 



 



 



 



 



 



 



Hall passou muito tempo processando o significado desta escritura particular e vê o verdadeiro poder no fato de que o homem justo - apesar de cair - ainda se identifica com a sua justiça. "Essa identidade dá a si mesmo a força para recomeçar de novo e de novo", disse ele, observando que isso é algo que ele vê em sua própria história. “É preciso levantar várias e várias vezes ... Eu investi tudo na tentativa de cultivar esse talento que eu acreditava ter me dado.”



 



 



 



 



 



 



 



 



Hall disse que pode ser devastador quando uma pessoa enfrenta barreiras na sua jornada - especialmente quando os passos sendo dados em direção à meta não parecem estar funcionando. No final, porém, Hall disse que ele finalmente aprendeu a se dar a “graça de falhar”. É a sua fé cristã que verdadeiramente o sustentou, expondo o que é mais importante na vida. "Se você está em um relacionamento com Deus, você tem a melhor coisa que você pode ter na vida, melhor do que uma medalha de ouro, melhor do que qualquer conquista que você poderia alcançar", disse ele.