Vacinas de Oxford chegam ao Brasil O voo procedente da Índia que trouxe 2 milhões de doses da vacina da AstraZeneca e Oxford contra a covid-19 ao Brasil chegou por volta das 17h30 no Aeroporto Internacional de São Paulo, localizado em Guarulhos.

Para o recebimento da carga, estiveram presentes no local os ministros da Saúde Eduardo Pazuello; das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e das Comunicações, Fábio Faria. De lá, as vacinas serão encaminhadas para o Rio de Janeiro.

A carga vinda da Índia foi transportada em voo comercial da companhia Emirates. Após os trâmites alfandegários, seguirá em aeronave da Azul para o Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio.
De acordo com a Fiocruz, assim que chegarem à instituição, as vacinas passarão por checagem de qualidade e segurança, além de rotulagem, com etiquetagem das caixas com informações em português.

A previsão é que esse processo seja realizado até manhã de sábado (23) por equipes treinadas em boas práticas de produção. As vacinas devem ser liberadas para distribuição no período da tarde.

Amazonas

O Fórum dos Governadores concordou em destinar 5% dos próximos lotes de vacinas contra a covid-19 para o combate à pandemia do novo coronavírus no Amazonas.

Dessa forma, dos 4,8 milhões de doses da CoronaVac e dos 2 milhões da Vacina de Oxford/AstraZeneca, cerca de 340 mil serão destinadas para o estado do Norte do país. Os cerca de 6,4 milhões restantes serão distribuídos proporcionalmente a todas as unidades federativas, incluindo o Amazonas.