Técnicos da Anvisa recomendam aprovação emergencial das vacinas da Fiocruz e do Butantan

Em apresentação ao vivo neste domingo (17), os técnicos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciaram que recomendam a aprovação para o uso emergencial das vacinas contra a Covid-19 da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e do Instituto Butantan.

A decisão agora está nas mãos dos diretores da Anvisa, que decidirão em votação pela liberação ou não das vacinas. A Gerência-Geral de Medicamentos da agência listou uma série de questões que exigirão acompanhamentos da vacinação, mas recomendou o uso emergencial das vacinas devido ao cenário de pandemia.

“Tendo em vista o cenário da pandemia, o aumento do número de casos e a ausência de alternativas terapêuticas, a Gerência-Geral de Medicamentos recomenda a aprovação do uso emergencial, condicionado ao monitoramento das incertezas e reavaliação periódica”, diz a decisão para ambas as vacinas.

As vacinas analisadas foram a CoronaVac, desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac, que teve o uso emergencial solicitado pelo Instituto Butantan, referentes a 6 milhões de doses recebidas da farmacêutica; e a vacina de Oxford/AstraZeneca, que teve pedido enviado pela Fiocruz, referente a 2 milhões de doses importadas do Instituo Serum.

A decisão final sobre o uso emergencial das vacinas sai ainda neste domingo, após votação entre o colegiado formado por cinco diretores da Anvisa.


Siga-nos