Hospitais do Amazonas não têm mais oxigênio e pacientes serão transferidos para outros estados

Cerca de 235 pacientes internados em hospitais do Amazonas com Covid-19 serão levados a outros seis estados para receber atendimento médico. Segundo o governador Wilson Lima, o sistema de saúde local passa por um colapso.

Nesta quinta-feira (14), os hospitais atingiram situação de caos total. Todos estão lotados e sem oxigênio para os pacientes infectados com coronavírus.

Manaus passa por um aumento dramático no número de casos, internações e mortes por Covid-19 — a média móvel de mortes cresceu 183% nos últimos 7 dias. 

O governo brasileiro pediu ajuda aos EUA para tentar socorrer a rede de saúde do Amazonas após o estoque de oxigênio acabar em vários hospitais de Manaus. O pedido é que um avião da US Air Force - a força aérea americana - auxilie no transporte de cilindros de oxigênio para a cidade.

“Tem lugar que tem oxigênio, mas não tem uma aeronave que transporte", disse o deputado federal Marcelo Ramos (PL-AM), que ainda falou ter conversado com o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo.

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, visitou o Amazonas nesta semana e afirmou que Manaus é "prioridade nacional neste momento".

Enem suspenso

Por conta da situação crítica que vive o Amazonas, a Justiça Federal decidiu suspender a realização do Exame Nacional do Ensino Médio no estado. A primeira prova impressa do Enem 2020 será aplicada no próximo domingo (17) nas demais unidades da federação.