Defensoria Pública do Rio lança projeto de apoio a moradores de favelas

A Defensoria Pública do Rio de Janeiro (DPRJ) lança nesta sexta (15) o projeto “Defensoria em Ação nas Favelas”. Focado em aproximar os serviços da instituição e as comunidades, o programa busca garantir que defensoras e defensores tenham maior conhecimento sobre as necessidades dos moradores, levando atendimento jurídico aos mais vulneráveis.

O lançamento ocorrerá na Vila Kennedy, Zona Oeste do Rio, e os atendimentos serão de maneira remota, a princípio. Nos próximos dias 18 e 25 de janeiro e 1º e 8 de fevereiro haverá a capacitação das lideranças da comunidade, que ficarão responsáveis por direcionar o público para os serviços da Defensoria.

Serão cursos de triagem, organização, dinâmica, apresentação da pesquisa, protocolo de segurança e capacitação temática com os temas mais comuns. Os parceiros que participarão do curso foram selecionados através da Ouvidoria Externa da DPRJ em parceria com a Coordenação Geral de Programas Institucionais (Cogpi) e a Assessoria parlamentar da Defensoria Pública (Asspar).

A Defensoria Pública entende a necessidade de se aproximar mais da população vulnerável, em especial agora durante o período da pandemia, onde a vulnerabilidade resta acentuada. Por isso, inverte a lógica tradicional do atendimento na medida em que não espera o cidadão bater às suas portas para buscar atendimento, mas toma a iniciativa e vai até ele para promover a sua missão constitucional. Essa proposta é de extrema importância porque garante assistência jurídica em territórios que, por diversas circunstâncias, não têm como acessar os serviços da Defensoria Pública, retirando a invisibilidade social de certas pessoas e comunidades.



*Defensoria Pública do RJ