Publicidade

Canal no YouTube é processado por sátira gay da Santa Ceia

Uma cena de beijo gay entre Jesus e Judas levou a deputada estadual Clarissa Tércio (PSC), integrante da bancada evangélica na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), a processar o canal do YouTube “Porta dos Fundos”. O vídeo satiriza a Santa Ceia e foi divulgado no último dia 20 de maio.





A parlamentar diz que houve o crime de escarnecimento da fé cristã, previsto no artigo 208 do Código Penal, que diz que é crime com detenção de um mês a um ano “escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso”.





A deputada também pede a instauração de um inquérito policial para apurar o caso. Segundo Clarissa Tércio, o episódio é mais um em que o Porta dos Fundos “ridiculariza” a fé cristã.





Apesar de respeitar a liberdade de expressão artística, a parlamentar diz não compactuar com quem fere, segundo ela, “as convicções e crenças das outras pessoas”.