Sede do Governo do Rio será transferida para a Região Serrana em memória aos 10 anos de tragédia

Para marcar os dez anos da tragédia causada pelas chuvas na Região Serrana, o governador em exercício Cláudio Castro decretou nesta quarta-feira (06/01) a transferência da sede do governo para os municípios de Nova Friburgo, Teresópolis e Petrópolis, além de luto oficial em todo Estado do Rio nos próximos dias 10, 11 e 12.

Na ocasião, 918 enchentes e deslizamentos de terra deixaram 918 mortos, 30 mil desalojados e 99 desaparecidos. As cidades de Nova Friburgo e Teresópolis registram o maior número de óbitos, respectivamente 429 e 392.

“Há dez anos, moradores da Região Serrana sofreram com o maior desastre natural da História do país, e não podemos deixar de relembrar a data. Vamos transferir a sede do governo para ouvir as demandas das prefeituras e da população, e definir prioridades de ações para a prevenção a novas tragédias. Em memória às vítimas, vamos celebrar atos ecumênicos. Também iremos homenagear bombeiros que ajudaram a salvar vidas e resgatar as vítimas fatais” - explicou o governador Cláudio Castro.

As agendas na região começam no próximo domingo (10/01), com um sobrevoo entre as cidades de Friburgo, Petrópolis e Teresópolis. Em Friburgo, o governador e seu secretariado visitam locais simbólicos da tragédia e de obras em andamento. Na segunda-feira (11/01), em Teresópolis, o grupo se reúne com a Associação de Vítimas da Tragédia e participa de encontro com prefeitos e secretários municipais da Serra. Em Petrópolis, na terça-feira (12/01), a comitiva vistoria obras de unidades habitacionais e anuncia melhorias para a região.



*com informações do Governo do RJ


Siga-nos