Parlamentar britânica é presa por quebrar isolamento e viajar de trem com Covid-19

Uma parlamentar britânica foi presa na Escócia por quebrar o isolamento enquanto estava infectada com a Covid-19. Margaret Ferrier admitiu que viajou de trem mesmo após testar positivo para o novo coronavírus em setembro.

Margaret Ferrier, que sentia “sintomas moderados”, testou positivo para Covid-19 após uma sessão no Parlamento Britânico, que fica na Inglaterra, mas mesmo assim pegou um trem de volta para a Escócia, em uma longa viagem de 640 quilômetros.

"Nós podemos confirmar que nossos agentes prenderam hoje e prestaram queixas contra uma mulher de 60 anos que é alegadamente culpada de uma conduta desrespeitosa" – informou o porta-voz da polícia escocesa em relação à parlamentar. "Isso foi feito após uma investigação liderada pela Polícia da Escócia que apurou quebra de protocolos e medidas de contenção do coronavírus entre os dias 26 e 29 de setembro de 2020" – concluiu.

A primeira-ministra da Escócia, Nicola Sturgeon classificou a atitude como indefensável. Sturgeon é também líder do Partido Nacional Escocês, da qual Ferrier. Apesar de ter pedido desculpas pelo ocorrido, Ferrier está sendo pressionada a renunciar ao cargo no Parlamento Britânico.


Siga-nos