Marcinho presta depoimento hoje sobre atropelamento com morte

Márcio Almeida de Oliveira, o Marcinho, ex-jogador do Botafogo, vai prestar depoimento na manhã desta segunda-feira (04) sobre o atropelamento de um casal no Recreio dos Bandeirantes, Zona Oeste do Rio de Janeiro, na última quarta-feira (30). Alexandre Silva de Lima morreu no local e Maria Cristina José Soares precisou passar por cirurgia.

O motorista fugiu do local sem prestar socorro. A polícia suspeita que Marcinho seja quem dirigia o carro modelo Mini Cooper que foi abandonado cerca de 600 metros a frente do ponto do incidente. O veículo está no nome de uma empresa da qual o pai do jogador, Sérgio de Oliveira, é sócio e, no dia do atropelamento, foi rebocado para a garagem do imóvel de Sérgio.

O advogado do atleta entrou em contato com a 42ª Delegacia de Polícia, do Recreio, que investiga ocaso, para agendar o depoimento desta segunda.

Em nota, a assessoria de Marcinho não confirmou ou descartou qualquer versão, mas disse que a família está dando suporte aos envolvidos:

"A família do atleta sente muito pelo ocorrido e está dando todo suporte necessário aos envolvidos. O pai do lateral, Sérgio de Oliveira, prestará depoimento, assim como o atleta, durante os próximos dias, de forma exclusiva às autoridades" – diz a nota.

Marcinho

Marcio Almeida de Oliveira, de 24 anos, é lateral direito e estava no Botafogo desde 2014, tendo se tornado profissional em 2016. Na última quinta-feira (31) encerrou-se o contrato do jogador com o ‘Glorioso’. Em 2019 o atleta chegou a ser convocado pelo técnico Tite para dois amistosos da Seleção Brasileira.


Siga-nos