Assembleia de Deus promove casamento coletivo
Uma parceria entre o cartório do 4º e a Igreja Assembleia de Deus em Santarém, no Pará, oficializou a união de 103 casais em um casamento coletivo neste sábado (20).

Entre os noivos estava um casal da etnia indígena Munduruku, do município de Jacareacanga. A cerimônia ocorreu em um shopping no bairro Caranazal e contou com mais 102 casais.

Segundo Gilson Munduruku e Olgarina Mundukuru, eles tinham vontade de casar perante a lei dos homens, porque a união deles foi oficializada, logo que se conheceram, mas foi feita na aldeia da qual fazem parte, há 25 anos.

A esposa não fala português, mas o marido se arrisca em algumas frases. Ele tentou se expressar com o pouco domínio da língua.

“Nós sentimos a necessidade de casar perante a lei dos homens , já moramos em Santarém e resolvemos, assim oficializar a nossa união, diante a lei", ressaltou.