DETRAN está cumprindo a Lei dos reboques, mas PM e DETRO continuam com operações

O deputado estadual Fábio Silva (DEM-RJ) classifica de absurdo a ousadia da chamada “máfia dos reboques”. “Apesar do Detran RJ estar cumprindo nossa Lei, que proíbe o reboque de veículos sem dar o prazo de 7 dias para os cidadãos sanarem os problemas, os Batalhões de Polícia Rodoviária e o DETRO estão indo contra isso. Em vez de estarem realizando a inspeção veicular atrás de bandidos, armas, drogas, etc... estão preocupados com a lanterna queimada, lataria enferrujada, vidro trincado e rebocando mais do que nunca! Um instrumento que deveria ser de conscientização acabou se tornando uma forma de oprimir a população e faturar com reboques e pátios de veículos”, lamentou o deputado. Fábio Silva garantiu estar acompanhado a situação, a fim de que o cidadão não seja prejudicado, e que incluirá os BPRV´s e o DETRO na Lei para que os mesmos também dêem o prazo de uma semana para os condutores sanarem algum problema no veículo.



 De autoria dos deputados Fabio Silva, Luiz Paulo Corrêa e Subtenente Bernardo, a Lei publicado no Diário Oficial do Rio de Janeiro determina que, caso infrações de trânsito sejam constatadas durante uma blitz e não seja possível sanar o problema no local, os agentes do Detran deverão apenas notificar os motoristas. A partir daí, os condutores terão o prazo de sete dias para comparecer com o veículo a algum posto do departamento para que as irregularidades sejam sanadas. Após esse prazo, as infrações serão automaticamente validadas no sistema e o veículo ficará proibido de circular.