Marcelo Crivella deixa prisão domiciliar para ir ao enterro da mãe

O prefeito afastado do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, deixou temporariamente a prisão domiciliar na manhã desta quarta-feira (30), para acompanhar o enterro de sua mãe, Eris Bezerra Crivella, que morreu na última segunda-feira (28).

Eris tinha 85 anos e também era irmã do Bispo Macedo. O ministro Humberto Martins, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), autorizou a saída de Crivella, que será acompanhado por escolta até o cemitério de Simão Pereira, em Minas Gerais.

Após as 18h, o prefeito afastado do Rio será imediatamente escoltado de volta para casa, na Barra da Tijuca, onde volta a cumprir prisão domiciliar.