Prefeitura do Rio decide estender fechamento a toda a orla durante Réveillon

Após proibir os acessos à praia de Copacabana na virada do ano, nesta segunda-feira (28) a prefeitura do Rio de Janeiro decidiu estender o fechamento dos acessos aos bairros de toda a orla da cidade, avançando da Praia do Flamengo até o Recreio dos Bandeirantes.

A ideia é evitar aglomerações e restringir a circulação na orla aos próprios moradores dos bairros. Para que isso aconteça, a operação do transporte público na orla de toda a cidade será interrompida entre as 20h de quinta-feira (31) e  03h de sexta-feira (1º).  No entanto, já haverá restrições desde o primeiro minuto do dia 31, com a proibição de estacionamento em toda a orla além da Lagoa Rodrigo de Freitas.

Durante o período de bloqueio, só passarão pelos acessos moradores dos bairros (que terão que apresentar comprovante de residência), e táxis com passageiros - veículos vazios não entram. O acesso não será permitido a veículos  de aplicativos (mesmo com passageiros). Já na Barra, um dos principais pontos de bloqueio deverá ser montado na Avenida Ayrton Senna, próximo ao terminal Alvorada. Das 20 horas em diante, a entrada nesses bairros para quem não for morador só será permitida a pé.

No caso de Copacabana, valerão os pontos  tradiconais de bloqueios dos réveillons passados, que costumam ser montados em pontos como nos acessos ao Túnel Velho, Corte de Cantagalo e Enseada de Botafogo.

A prefeitura também já havia proibido os fogos, as festas particulares e shows em toda a orla. O decreto com todas as restrições para o Réveillon ainda será publicado no Diário Oficial do município.