Presidente da Igreja Adventista é sequestrado no Haiti juntamente com a filha

Vários serviços de inteligência relatam que o presidente da Igreja Transnacional, a liderança da Igreja Livre dos Adventistas do Sétimo Dia na América Central (Divisão Interamericana / IAD), Pastor Dr. Elie Henry e sua filha Irma Henry foram sequestrados na noite do dia 24 de dezembro no caminho do Hospital Adventista do Haiti para a casa de um parente em Felmathe, do outro lado de Porto Príncipe.

De acordo com o portal de notícias do Hospital Adventista do Haiti, os dois desapareceram após deixar o estabelecimento por volta de 18h de quinta-feira.

Irma Henry é chefe de fisioterapia do Hospital Adventista do Haiti. Seus pais estavam em uma curta visita de férias ao país. Irma e o pai deixaram o hospital por volta das 18h em veículo particular e não chegaram ao destino previsto.

A família confirmou o sequestro e disse ter entrado em contato com o pastor, que afirmou  estar bem na medida do possível.O irmão de Elie Henry teria sido contactado para pagar um resgate de US$ 5 milhões.
Elie Henry, presidente da Divisão Interamericana Adventista do Sétimo Dia, é natural do Haiti. Ele e sua esposa estavam de férias neste fim de ano.



CASAL MISSIONÁRIO É MORTO NO HAITI



A liderança da Igreja Transnacional da Igreja Adventista do Sétimo Dia na América Central com sede em Miami, Flórida / EUA, cobre a área do México e os países do sul da América Central à Venezuela e Colômbia, incluindo todas as ilhas do Caribe. Com uma densidade populacional de 299.962.000 residentes, 3.754.188 membros da igreja estão organizados em 14.708 congregações (dados de junho de 2019).