Governador do Rio propõe fechamento de Copacabana durante o Réveillon

O governador em exercício do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, propôs ao prefeito em exercício da capital, Jorge Felippe, o fechamento dos acessos ao bairro de Copacabana durante o Réveillon. 

O objetivo é evitar aglomerações, limitando a entrada e circulação no bairro apenas para moradores. A medida exigiria também a articulação de um esquema especial com o MetrôRio.

A prefeitura do Rio, ainda sob comando de Marcelo Crivella, já havia cancelado a festa com shows e queima de fogos na Praia de Copacabana, além de proibir eventos particulares com cobrança de ingressos na areia ou em quiosques em toda a orla do Rio.

Perguntado ontem (21) sobre a adoção de medidas contra a Covid-19 nos nove dias restantes de mandato, Jorge Felippe já havia afirmado que consultaria o Comitê Científico da prefeitura e o governo do estado.