Nova linhagem do coronavírus é encontrada no Rio

Pesquisadores encontraram uma nova linhagem do coronavírus causador da Covid-19 no estado do Rio de Janeiro, derivada de outra cepa já em circulação no Brasil desde o início do ano.

A nova variante foi identificada em um estudo do Laboratório de Bioinformática do Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), localizado em Petrópolis. Foram sequenciados 180 genomas do Sars-cov-2 em circulação no estado do Rio, dos quais 38 apresentavam mutações que indicavam ser de uma nova linhagem.

Em conjunto com o Laboratório de Virologia Molecular da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), o estudo não investigou, tampouco encontrou indícios de que a nova variante seja transmitida mais rapidamente, cause sintomas mais graves da Covid-19, ou que seja mais letal.

Segundo a pesquisadora Ana Tereza Vasconcelos, do LNCC, também não há, até o momento, indicação de que a nova variante represente uma ameaça ao desenvolvimento de vacinas, “entretanto, é necessário a importância de estudos contínuos de vigilância genômica para análise da dispersão dessa nova linhagem e na identificação de novas variantes do Sars-cov-2 no estado do Rio de Janeiro e no Brasil.”

As mutações foram encontradas mais frequentemente na capital do Rio (60%), mas também em Cabo Frio, Niterói e Duque de Caxias.



Veja também:

Vacinação, segunda onda, festas de fim de ano; infectologista tira dúvidas sobre a Covid-19