Joe Biden toma primeira dose da vacina da Pfizer

Seguindo a máxima de que o “exemplo arrasta”, o presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, de 78 anos, tomou a primeira dose da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelas farmacêuticas Pfizer e BioNTech nesta segunda-feira (21), em um hospital de Newark, em Delaware.

"Eu estou fazendo isso para mostrar que as pessoas têm que estar preparadas para se vacinar assim que for possível", disse o democrata.

A aplicação em público é um esforço para incentivar a vacinação no país. 

Na semana passada, o atual vice-presidente dos EUA e presidente do Senado norte-americano, Mike Pence, de 61 anos, recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19.

O presidente Donald Trump, de 74 anos, que contraiu a Covid-19 em outubro, ainda não informou se tomará a vacina.

A vice-presidente eleita, Kamala Harris, de 56 anos, anunciou que tomará a vacina logo depois do Natal.

O primeiro líder mundial a ser imunizado foi o primeiro-ministro de Israel. Benjamin Netanyahu recebeu a primeira dose no sábado (19).

A vacina da Pfizer foi a primeira a ser aprovada nos Estados Unidos, ainda no início da última semana. Na segunda (14), hospitais começaram a vacinar profissionais da saúde, idosos e membros do grupo de risco. A expectativa é que ela chegue em breve ao Brasil para uso emergencial.