Verão: Corpo de Bombeiros RJ reforça operação nas praias e orienta contra afogamentos

A Operação Verão 2021 do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) começou nesta segunda-feira (21), com reforço de efetivo e de equipamentos para garantir a segurança dos banhistas. Cerca de 1,2 mil guarda-vidas da corporação vão monitorar as praias do estado com o apoio de 20 motos aquáticas novas, recém-adquiridas.

Outra novidade da estação são as 2,5 mil placas de sinalização de perigo e os 200 totens informativos que estão sendo instalados em pontos estratégicos da orla. O material vai complementar a comunicação com os banhistas, que hoje já é feita por meio de bandeiras que alertam sobre os riscos de afogamento (baixo, médio, alto) e sobre a presença de animais marinhos na região.

“A segurança da população é nossa prioridade. O planejamento estratégico adotado pela corporação nesta época do ano tem como objetivo reforçar o atendimento e estimular a conscientização a fim de evitar afogamentos. O investimento feito na aquisição de novas embarcações e na sinalização das praias é superior a R$ 2,7 milhões. É a taxa de incêndio salvando vidas.” – afirmou o secretário de Estado de Defesa Civil e comandante-geral do CBMERJ, coronel Leandro Monteiro. 

“Além disso, pela primeira vez, vamos dispor de quatro aeronaves para patrulhar todo o litoral fluminense, de Campos a Paraty, todos os fins de semana, para melhorar ainda mais o tempo-resposta dos nossos socorros.” – completou o secretário.  

Reforço de efetivo

Até março, cerca de 1,2 mil guarda-vidas vão se revezar na orla fluminense, garantindo um reforço de cerca de 50% no efetivo, intensificando o monitoramento das praias e o socorro às vítimas. 

A força-tarefa contará, ainda, com apoio de 150 alunos do Curso de Salvamento no Mar (CSMar 2020) e do módulo de Salvamento Marítimo do Curso de Formação de Soldados Bombeiros Militares Guarda-Vidas (CFSD GV 2019).

Recomendações dos Bombeiros para evitar afogamentos:  

• Procurar sempre locais próximos aos postos de guarda-vidas; 

• Respeitar as placas e/ou bandeiras de sinalização; 

• Perguntar sempre ao guarda-vidas qual o local mais apropriado para tomar o banho de mar; 

• Não ingerir bebidas alcoólicas e entrar no mar; 

• Evitar entrar na água logo após se alimentar; 

• Não entrar no mar após longa exposição ao sol, sem antes adaptar seu organismo à temperatura da água. 

• Não desviar a atenção um só instante das crianças. Vale identificá-las com nome e telefone para contato; 

• Caso saiba e pretenda nadar, a orientação é praticar a atividade paralelamente à areia; 

• Evitar locais que são conhecidos como points de surfistas. Desta forma, é possível prevenir acidentes com pranchas.



*CBMERJ