Diretor da Interpol alerta para crimes durante transporte de vacinas contra a Covid-19

A importância estratégica e econômica das vacinas contra a Covid-19 pode atrair muitos criminosos. É o que acredita Jurgen Stock, secretário-geral da Interpol (Organização Internacional de Polícia Criminal).

Segundo Stock, haverá um aumento significativo nos ataques aos comboios que fazem o transporte das doses de vacina entre países e, até mesmo, já dentro das nações:

“Com o translado das vacinas, o crime vai aumentar de maneira importante. Vamos assistir a roubos, saques de armazéns e ataques durante o transporte das vacinas” – disse o diretor da Interpol, em entrevista à revista alemã Wirtschaftswoche.

Com a aprovação para uso emergencial e início da aplicação de vacinas em diversos países, como a da Pfizer no Reino Unido, Estados Unidos (EUA) e Israel; e da Moderna, também nos EUA, cresce a preocupação com o traslado das valiosas doses. As empresas estadunidenses de transporte de mercadorias, equivalentes aos Correios, farão a logística no país, por exemplo. Na Alemanha, será a Polícia Federal.

Stock também acredita que haverá aumento dos casos de corrupção em governos e agentes públicos “para adquirir o precioso fármaco o mais rápido possível”.