Abastecimento de água no Rio deve ser normalizado a partir de quarta-feira (23)

A Cedae iniciou nesta sexta-feira (18/12) a instalação do motor de uma das bombas d´água da Elevatória do Lameirão, que precisou passar por reparo emergencial. A instalação do equipamento deve ser concluída até a próxima quarta-feira (23/12), restabelecendo 100% da capacidade de operação da elevatória, responsável pelo abastecimento das cidades do Rio de Janeiro e de Nilópolis.

- Cerca de 25 empregados da companhia estão envolvidos na operação. O motor de 35 toneladas está sendo instalado na galeria de bombas da elevatória, localizada a 64 metros de profundidade - explicou o presidente da Cedae, Edes Fernandes de Oliveira.

A elevatória tem a função de bombear água a uma altura de até 120 metros, equivalente a um prédio de 44 andares, criando a pressão necessária para iniciar o processo de distribuição para os municípios do Rio e de Nilópolis. 

Com o reparo emergencial, o abastecimento foi reduzido em 25%, e para minimizar o impacto à população a Cedae reforçou o fornecimento de carros-pipa e disponibilizou o telefone 0800-282-1195 para solicitações de serviços.  

Mapa das área afetadas

Para dar mais transparência em relação aos reflexos causados pela manutenção na Elevatória do Lameirão, a Cedae divulga no site www.cedae.com.br/economizeagua o mapa das áreas potencialmente afetadas, que é atualizado diariamente.