Primeiro-ministro de Israel é vacinado contra a Covid-19: “grande passo para a humanidade”

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, recebeu neste sábado (19) a primeira dose da vacina contra a Covid-19 produzida pela Pfizer. Primeiro chefe de estado a ser vacinado no mundo, ele disse que foi para “dar o exemplo e encorajar”.

"Pedi para ser vacinado primeiro, junto do ministro da Saúde, Yuli Edelstein, para dar o exemplo e os encorajar a serem vacinados" – disse o líder israelense, que també afirmou que “acredita nesta vacina [Pfizer/BioNTech]”. A campanha de vacinação em massa contra a Covid-19 da população de Israel deve começar ainda neste mês de dezembro, no dia 27.

Netanyahu também encorajou os israelenses a se vacinarem, e parafraseou a famosa frase do astronauta Neil Armstrong, primeiro homem a pisar na lua, em 1969:

"Esta é uma pequena injeção para um homem, mas um grande passo para a saúde de todos nós. Que isso seja um sucesso. Saia e se vacine!"

Suíça é o primeiro país a registrar vacina em definitivo

A Suíça se tornou o primeiro país no mundo a registrar em definitivo uma vacina contra a Covid-19. A agência regulatória do país, Swissmedic, anunciou neste sábado (19) que concedeu o registro padrão – não emergencial – para a vacina desenvolvida pela Pfizer/BioNTech.

"Os dados disponíveis até o momento mostraram um alto nível comparável de eficácia em todas as faixas etárias investigadas, atendendo assim aos requisitos de segurança" – afirmou a Swissmedic em comunicado. Países como Reino Unido, Estados Unidos, China e Rússia já concederam permissão de uso a diferentes vacinas contra a Covid-19, mas todos em caráter emergencial.


Siga-nos