Prefeitura do Rio suspende cirurgias eletivas na rede municipal de saúde por tempo indeterminado

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), suspendeu por tempo indeterminado as cirurgias eletivas – aquelas que não são urgentes por não trazerem risco de morte ao paciente – em todos os hospitais da rede municipal de saúde.

A medida tomada desde 10/12 foi publicada no Diário Oficial desta sexta-feira, 18/12, e tem como objetivo redirecionar profissionais de saúde, leitos, insumos e outros materiais para o combate à pandemia de Covid-19.

As cirurgias oncológicas e cardiovasculares, no entanto, continuarão a ser realizadas, por serem procedimentos que não podem ser adiados – já que podem levar à morte. Os hospitais também continuarão fazendo cirurgias de urgência e emergência, que são aquelas para tratar vítimas de grandes traumas, como acidentes graves de trânsito, ferimentos causados por arma de fogo e incêndios.

“A Prefeitura está atenta ao atual momento da pandemia e é preciso centrar todos os recursos e esforços para combater o avanço do coronavírus e fortalecer a rede hospitalar para tratar a população” – afirmou Beatriz Busch, secretária municipal de saúde.



*Prefeitura do Rio de Janeiro


Siga-nos