Geneticista cristão diz que igrejas deveriam se reunir remotamente até que a população seja vacinada O geneticista cristão e Diretor dos Institutos Nacionais de Saúde dos EUA, Francis Collins, disse que a maioria das igrejas deveria adiar os serviços pessoais devido à Covid-19 até que todos os americanos tenham a oportunidade de se vacinar.

“Sei que as pessoas estão cansadas de ouvir essas mensagens e de ter que agir de acordo com elas, mas o vírus não liga que estejamos cansados. O vírus está passando um momento maravilhoso se espalhando por este país, aproveitando as circunstâncias em que as pessoas baixaram a guarda. Precisamos ser absolutamente rigorosos com as coisas que sabemos que funcionam. Mas elas não funcionam a menos que todos realmente as sigam fielmente, sem exceção ”, disse Collins durante uma conversa online na quinta-feira (17), sobre as vacinas contra a Covid-19 a serem lançadas em breve, com Russel Moore, presidente da Comissão de Ética e Liberdade Religiosa da Convenção Batista do Sul .

“As igrejas que se reúnem presencialmente são uma fonte de grande preocupação e certamente têm sido um caso em que a superexposição aconteceu e pode acontecer novamente. Portanto, acho que a maioria das igrejas realmente deveria ser aconselhada, se ainda não o estão fazendo, a ir a cultos remotos e virtuais. É assim que estou tendo minhas experiências como frequentador da igreja ”, disse ele.

Collins pediu aos cristãos que tomem outras medidas de segurança, como usar máscara, distanciar-se socialmente e tomar uma vacina contra o coronavírus.