SOMOS UMA SÓ NAÇÃO: governo apresenta Plano Nacional de Vacinação contra a Covid-19

O Governo Federal lançou na manhã desta quarta-feira (16) o Plano Nacional de Vacinação contra a Covid-19. Com os dizeres ‘Brasil imunizado, SOMOS UMA SÓ NAÇÃO’, uma campanha de comunicação será realizada para convocar os brasileiros a se imunizarem.

A cerimônia no Palácio do Planalto contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro, do ministro da Saúde Eduardo Pazuello, do secretário de vigilância do Ministério da Saúde Arnaldo Medeiros, de governadores e outras autoridades. O ministro Pazuello ressaltou que “todos os estados brasileiros receberão a vacina de forma grátis, igualitária e proporcional”.

Vacinas

Na cerimônia, o governo informou que tem memorandos de intenção de compra de pelo menos seis vacinas contra a Covid. São elas os imunizantes de Oxford/Astrazeneca, que será produzido pela Fiocruz; da Pfizer/BioNTech; do Instituto Butantan (CoronaVac); do laboratório indiano Bharat Botech; da americana Moderna; e da Janssen (Johnson & Johnson).

O Brasil também aderiu ao Covax Facility, consórcio da Organização Mundial da Saúde (OMS), que conta com 10 laboratórios. A consolidação da compra de doses dessas vacinas está condicionada à aprovação dos imunizantes pela Anvisa.

Plano e cronograma

Além das doses, foram investidos R$ 177,6 milhões na rede de frio para armazenar as vacinas, e mais R$ 80,5 milhões na compra de 300 milhões de seringas.

Segundo o cronograma, a vacinação começará cinco dias após a aprovação de uma vacina pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e a chegada das primeiras doses. Cerca de 51 milhões de pessoas, dos grupos de risco da Covid-19, serão vacinadas nos primeiros quatro meses do plano, que terá uma duração de 16 meses.