Secretaria de Educação do Rio apresenta dois planos de aula para 2021, condicionados à pandemia

A Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro (Seeduc/RJ) tem dois planos de aulas para o ano de 2021. A decisão entre os dois planos será tomada de acordo com o andamento da pandemia.

O plano A prevê início das aulas no dia 1º de março, em modelo híbrido. Os alunos receberão conteúdos em plataformas virtuais e não irão todos os dias às escolas para que as salas de aulas possam comportar todos os estudantes com o devido distanciamento. 

Já o plano B, que será colocado em prática em caso de agravamento da pandemia de Covid no estado, prevê o ensino totalmente remoto. O secretário de Educação, Comte Bittencourt, apresentou o planejamento nesta terça (15) aos deputados da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) e explicou que a elaboração foi feita com orientações de autoridades de saúde.

A partir de 11 de janeiro, reuniões entre a Seeduc/RJ, professores e servidores da Educação definirão os trabalhos de 2021. Já é certo, segundo Comte Bittencourt, que haverá contratação de porteiros e abertura de concurso para 500 vagas para professores da rede de ensino.

Matrículas abertas

Mais de 503 mil matrículas já foram realizadas na rede de ensino estadual para 2021. Segundo o secretário, são esperadas 570 mil até o fim do processo. A maioria das matrículas estão sendo feitas pela internet, no endereço http://www.matriculafacil.rj.gov.br/, e o processo vai até 22 de dezembro.


Siga-nos