Cerca de 270 mil clientes da Light têm direito à Tarifa Social, mas não utilizam o benefício

Pelo menos 270 mil clientes da Light, que atende a consumidores da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, têm direito ao uso da Tarifa Social, mas ainda não utilizam. É o que revela um levantamento feito pela própria concessionária de energia elétrica, que possui 459 mil famílias cadastradas no benefício da Tarifa Social de Energia Elétrica.

Têm direito ao benefício famílias com renda per capta de até meio salário mínimo. A Tarifa Social garante uma conta de luz até 65% mais barata. A Tarifa Social da Light é um direito decretado pela Lei 10.438/02, que visa apenas atender aos consumidores segundo os critérios estabelecidos na Lei 12.212/10. 

O abatimento se aplica as tarifas da seguinte forma:

Os primeiros 30 kWh/mês consumidos possuem o desconto de 65%;

O consumo entre 30 kWh e 100 kWh/mês possuem o desconto de 40%;

O consumo entre 100 kWh e 220 kWh/mês possuem o desconto de 10%;

Já o consumo acima de 220 kWh não possui desconto.

Famílias indígenas e quilombolas inscritas no CADÚnico possuem um desconto de 100% nos primeiros 50 kWh/mês consumidos. Para solicitar tarifa social Light é necessário cumprir como uma série de requisitos legais, estes estabelecem quais são os consumidores menos favorecidos.

Ainda existem alguns casos considerados pontuais, onde a tarifa social pode ser concedida a pessoas em circunstâncias críticas, como, por exemplo, que utilizam aparelhos, até mesmo de ventilador ou ar condicionado destinado ao tratamento de uma pessoa acamada.

Quem tem direito?

Famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, desde que possuam uma renda mensal familiar igual ou menor que meio salário mínimo nacional por pessoa;

Famílias que recebem o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social – BPC (arts. 20 e 21 da Lei nº 8.742, de 7/12/1993);

Famílias inscritas no Cadastro Único com renda de até três salários mínimos mensais, e que tenham algum portador de doença ou deficiência, cujo procedimento ou tratamento médico exija a utilização continua de equipamentos que dependam do consumo de energia elétrica para o pleno funcionamento.

Vale reforçar que, famílias indígenas e quilombolas inscritas no CADÚnico possuem um desconto de 100% nos primeiros 50 kWh/mês consumidos.

Como solicitar?

Para solicitar a tarifa social da Light basta entrar em contato com a companhia, por meio dos seus canais de atendimento, e perguntar quais os documentos necessários para realizar o cadastro Tarifa Social Light, já que a lista varia de acordo com os casos e alguns funcionam em substituição a outros.

Confira os canais de atendimento da Light que podem atender a este tipo de solicitação:

Enviando um SMS para o número 54448 acompanhado do Código da Instalação;

Agência Virtual no site www.light.com.br;

Telefone: 0800-282-01 20

Redes Sociais no @lightclientes (Twitter) e /lightclientes (Facebook).