Nova variante do coronavírus descoberta no Reino Unido pode se multiplicar mais rápido

Cientistas do Reino Unido descobriram uma nova cepa do coronavírus causador da Covid-19 no país. Segundo o ministro da saúde britânico, Matt Hancock, a nova variante poderia estar se multiplicando mais rapidamente do que as demais.

“Nós identificamos uma nova variante do coronavírus que pode estar associada à disseminação acelerada (da Covid-19) no Sudeste da Inglaterra. Análises iniciais sugerem que essa variante está se multiplicando mais rapidamente do que as variantes já existentes.” – contou o ministro ao Parlamento britânico.

Novas pesquisas estão sendo realizadas para descobrir se a nova cepa é capaz de produzir sintomas mais graves da Covid-19 ou se seria uma ameaça ao desenvolvimento das vacinas testadas no momento. De acordo com Alan McNally, especialista da Universidade de Birmingham, “esta é a evolução normal do vírus”.

McNally disse que os cientistas esperam que novas variantes surjam com o tempo, e pediu calma na análise: "enormes esforços estão em andamento para caracterizar a variação e entender seu surgimento. É importante manter uma perspectiva calma e racional" – disse em entrevista à BBC.