Alisson e gol de Arrascaeta pelo Flamengo concorrem ao Fifa The Best

A Federação Internacional de Futebol (Fifa) anunciou nesta sexta-feira (11) os finalistas do Fifa The Best, que condecora os melhores jogadores da temporada. O brasileiro Alisson, do Liverpool (Inglaterra), é um dos três concorrentes ao prêmio de melhor goleiro do mundo. Já o meia uruguaio Giorgian De Arrascaeta, do Flamengo, disputa com mais dois indicados o prêmio Puskás, de gol mais bonito. Os vencedores serão anunciados no próximo dia 17, em cerimônia on-line.

Atual ganhador da premiação de melhor goleiro, Alisson tem como adversários o alemão Manuel Neuer (Bayern de Munique, da Alemanha) e o esloveno Jan Oblak (Atlético de Madri, da Espanha). Arrascaeta - selecionado pelo golaço de bicicleta na vitória do Flamengo por 3 a 0 sobre o Ceará, pela Série A do Campeonato Brasileiro em 2019 - disputa o Puskás contra o atacante compatriota Luís Suarez (hoje no Atlético de Madri, mas que defendia o Barcelona, da Espanha) e o meia sul-coreano Son Heung-Min, do Tottenham (Inglaterra).

O argentino Lionel Messi (Barcelona), o português Cristiano Ronaldo (Juventus, da Itália) e o polonês Robert Lewandowski (Bayern de Munique) são os finalistas ao prêmio de melhor jogador entre os homens.

O argentino Lionel Messi (Barcelona), o português Cristiano Ronaldo (Juventus, da Itália) e o polonês Robert Lewandowski (Bayern de Munique) são os finalistas ao prêmio de melhor jogador entre os homens.

As listas prévias à definição dos finalistas foram elaboradas por um painel de ídolos da modalidade selecionados pela Fifa, o Fifa Legends. A votação, a partir daí, envolveu treinadores e capitães das seleções nacionais, jornalistas de países vinculados à entidade e o público (pela internet). O voto de cada grupo tem peso igual (25%), enquanto no Puskás a votação popular tem peso maior (50%). As escolhas foram computadas até a última quarta-feira (9).

O Brasil ainda concorre ao prêmio The Best de torcedores, que premia as melhores demonstrações de amor ao esporte. A trajetória do pernambucano Marivaldo Francisco da Silva, que percorre 60 quilômetros a pé, por 12 horas, para assistir aos jogos do Sport, é uma das finalistas. Em 2019, a história ganhadora foi a da paulista Silvia Grecco, que leva o filho Nickollas, que é deficiente visual, às partidas do Palmeiras e narra o que acontece em campo a ele, que é fanático pelo Verdão.



Veja as demais categorias:



Melhor jogadora do mundo

Lucy Bronze (lateral inglesa - Manchester City, da Inglaterra)

Pernille Harder (atacante dinamarquesa - Chelsea, da Inglaterra)

Wendie Renard (zagueira francesa - Lyon, da França)



Melhor goleira do mundo

Christiane Endler (chilena - Paris Saint-Germain)

Alyssa Naeher (norte-americana - Chicago Red Stars, dos Estados Unidos)

Sarah Bouhaddi (francesa - Lyon)



Melhor treinador(a) de futebol feminino

Emma Hayes (inglesa - Chelsea)

Jean-Luc Vasseur (francês - Lyon)

Sarina Wiegman (holandesa - Seleção da Holanda)



Melhor treinador de futebol masculino

Marcelo Bielsa (argentino - Leeds United, da Inglaterra)

Hans-Dieter Flick (alemão - Bayern de Munique)

Jürgen Klopp (alemão - Liverpool)



*Agência Brasil