Publicidade

Mais um estado americano diz não ao aborto

O governador do Missouri, Mike Parson, promulgou na sexta-feira (24) uma lei sobre o aborto que proíbe a interrupção da gravidez depois da oitava semana de gestação, se unindo a outros estados norte-americanos com leis parecidas.





"Com a assinatura desta lei, mandamos um sinal firme à nação de que no Missouri defendemos a vida, protegemos a saúde das mulheres e zelamos pelos não nascidos. Toda vida tem valor e merece proteção", disse o governador.





Na semana anterior, o Alabama promulgou uma lei sobre o aborto que não contempla exceções, nem mesmo em casos de estupro ou incesto, e ameaça com prisão perpétua médicos que façam o procedimento.





Outros estados aprovaram recentemente leis que restringem a prática legal do aborto com o objetivo de que o tema chegue ao Tribunal Supremo de Justiça que, em 1973, decidiu que o governo não tem direito de interferir na decisão das mulheres sobre suas gestações. A lei do Missouri, por exemplo, inclui um ponto para proibir completamente a intervenção se o Tribunal Supremo revogar a decisão.