Rara

No final deste mês, o mundo poderá testemunhar um evento raro no céu que não era visto há quase oito séculos. 

A FOX5NY.com relata que os dois maiores planetas em nosso sistema solar, Júpiter e Saturno, se alinharão em 21 de dezembro para criar o que alguns astrônomos conhecem como "Estrela do Natal" ou "Estrela de Belém". 

Quando os planetas se alinham no dia que marca o início do solstício de inverno na América do Norte, eles parecem formar um planeta duplo. É um evento raro e que não era visto desde a Idade Média, de acordo com a Forbes.com. Mas, na realidade, os planetas não estarão nem um pouco próximos. Será assim para os espectadores na Terra. 

Teorias sobre a 'Estrela de Belém'

Embora existam muitas teorias sobre a identidade da estrela bíblica de Belém que apareceu no nascimento de Cristo, uma combinação de pesquisa histórica, visão astronômica e compreensão bíblica se juntaram para apresentar uma explicação plausível que é ao mesmo tempo milagrosa e compreensível.

Essa teoria considera o planeta Júpiter como parte dessa estrela. No mundo antigo, todos os corpos celestes eram considerados "estrelas". 

Os magos ou os três reis magos eram, provavelmente, conselheiros da corte da Babilônia que usavam as estrelas para orientar o governante. Por que Deus guiaria os astrólogos, de todas as pessoas, até o Rei dos Reis? Este exemplo, de acordo com alguns escritores, foi o primeiro ministério humano de Cristo aos incrédulos.