Isso a Globo não mostra... mais. Programas de Marcius Melhem sairão do ar

O programa “Isso a Globo Não Mostra”, especializado em ridicularizar o presidente Jair Bolsonaro e seus apoiadores, é apenas uma das atrações dirigidas por Marcius Melhem que foram retiradas do ar durante o escândalo sexual envolvendo o diretor, que na última semana tomou maiores proporções.

A emissora parece estar disposta a cortar todos os vestígios de relacionamento com o ex-diretor do seu núcleo humorístico. Segundo o colunista Fefito, do UOL, todos os programas que tiveram o toque de Melhem estão cancelados.

“Zorra”, “Fora de Hora” e “Tá No Ar: A TV Na TV”, assim como a “Escolinha do Professor Raimundo” devem sair da grade de programação da Globo. O quadro do “Fantástico”, “Isso a Globo Não Mostra” também era supervisionado pelo ex-diretor, logo não deve voltar a ser exibido.

Marcius Melhem foi desligado da emissora há cerca de três meses, após a insistência da atriz e comediante Dani Calabresa em denunciá-lo. Segundo reportagem publicada pela revista Piauí, na semana passada, Dani foi assediada pelo então chefe em 2017. Ao recusar as insistentes investidas de Melhem, ela conta que por diversas vezes também foi vítima de assédio moral, ao ter trabalhos cortados ou diminuídos por ele.

Os relatos da reportagem falam que ele tentou forçar um beijo na comediante durante uma festa do elenco do “Zorra Total” em 2017, além de ter lambido seu rosto e exposto o órgão genital para ela.

Na sexta-feira (04), Dani Calabresa se pronunciou pela primeira vez publicamente sobre o caso. Em seu Instagram, a atriz disse que denunciou Melhem para recuperar sua saúde.

“Nunca quis ser vista como uma mulher assediada, mas para recuperar minha saúde precisei me defender. Nunca procurei a imprensa. Tomei as medidas cabíveis para conseguir ajuda”, afirmou. Na sequência, prosseguiu: “Tudo é muito difícil. Dá medo, vergonha, mas temos que lutar por respeito e Justiça. Não passarão. Assédio é crime!”, escreveu.