Delegado é preso no Distrito Federal por produzir maconha “em escala industrial”

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu, na última sexta-feira (04), o delegado Marcelo Marinho de Noronha por produzir maconha “em escala industrial”.

Segundo a ata da audiência de custódia que determinou a prisão preventiva do delegado, foram encontradas em uma chácara de sua família 128 pés de maconha. O agente, sua esposa e dois filhos do casal foram presos e respondem por tráfico de drogas.

A PCDF encontrou no local infraestrutura utilizada em “método sofisticado de produção de entorpecentes”, escreveu o juiz Evandro Moreira da Silva na decisão de prisão. O documento afirma que a família possuía “um arsenal de equipamentos que possibilitariam o plantio em larga escala”.

Além da apreensão das plantas, foram encontradas estufas, sementes de cannabis, iluminação artificial e R$ 3,5 mil em dinheiro. O delegado Noronha, preso na ação, costumava receber no imóvel visitantes com antecedentes criminais, inclusive por tráfico de drogas, segundo as investigações.


Siga-nos