Mulher presa no Rio desviou R$ 2 milhões de idosa de 85 anos

Maria do Amparo do Carmo, de 60 anos, foi presa pela Polícia Civil na tarde desta sexta-feira (04), em um sítio no município de Magé, na Baixada Fluminense. Ela é acusada de desviar mais de R$ 2 milhões de uma idosa, hoje com 85 anos, para quem trabalhou por 15 anos, em uma casa no bairro Laranjeiras, na Zona Sul do Rio.

A ex-governanta, que estava foragida desde 2015, foi detida ontem por agentes da 76ª DP (Delegacia de Polícia) de Niterói, por meio da Delegacia Especial de Atendimento à Pessoa da Terceira Idade (DEAPTI). A ação foi no âmbito da Operação Vênus, promovida pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública para combater crimes contra idosos.

A maior parte dos desvios era usada por Maria do Amparo em bingos clandestinos, por meio de cheques, transferências bancárias e resgate de aplicações financeiras que fazia em seu próprio favor, aproveitando a confiança da patroa, que a havia tornado sua procuradora e administradora financeira. Outros R$ 250 mil foram investidos em um restaurante em Nova Iguaçu, também na Baixada.

Maria do Amparo, que também presenteou um amante com um carro de luxo e realizou procedimentos estéticos, foi encaminhada a uma penitenciária de onde aguardará o andamento do processo.


Siga-nos