Ibope se desculpa após pesquisa apontar vitória de Manuela D’Ávila, derrotada em Porto Alegre

A diretora do setor de Inteligência do Ibope, Márcia Cavallari, pediu desculpas aos eleitores e Porto Alegre, após a última pesquisa do instituto ter apontado Manuela D’Ávila (PCdoB) na liderança das intenções de voto para a prefeitura de Porto Alegre/RS, onde Sebastião Melo (MDB) venceu por quase 10 pontos percentuais.

No levantamento da véspera da eleição, Manuela aparecia com 51% dos votos, contra 49% do adversário. Mas acabou ficando com apenas 45,37% contra 54,63% de Sebastião. O curioso é que o resultado foi similar à pesquisa Ibope do dia 26 de novembro, três dias antes do pleito, quando a candidata do PCdoB aparecia com 46%, enquanto o do MDB tinha 54%.

"O que a gente vê é, primeiro, uma abstenção altíssima. Isso é um dado que infelizmente a gente não consegue avaliar de forma mais profunda, porque você não tem a informação de quem é essa abstenção" – contou a diretora do Ibope à Rádio Gaúcha. Ela também reconheceu que a pesquisa “não foi boa” e pediu desculpas aos eleitores porto-alegrenses.

Entretanto, Márcia também projetou um possível impacto da pesquisa na formação de opinião dos eleitores que, segundo a diretora, “não se encerra ali, então movimentações de última hora acontecem”:

“A pesquisa é uma informação a mais no conjunto de todas as outras informações. Ele pode usar essa informação para fazer um voto mais estratégico em função daquilo que ele quer.”