Testagem em massa no Rio começa amanhã (03)

O governador em exercício Cláudio Castro recebeu nesta terça-feira (01), no Palácio Guanabara, em Laranjeiras, o prefeito eleito do Rio, Eduardo Paes, para tratar de forma integrada sobre temas importantes para o Rio de Janeiro. Eles anunciaram um trabalho em parceria para questões como o combate à Covid-19, a segurança pública e o saneamento.

Segundo Cláudio Castro, o secretário de estado de Saúde, Carlos Alberto Chaves, e o futuro secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, já se reuniram para ajustar medidas contra a pandemia.

- Vamos atuar em parceria, precisamos fiscalizar o cumprimento das restrições em conjunto. A Secretaria de Estado de Saúde vai iniciar o programa de ampliação de testagem para a Covid-19, ainda esta semana, em Centros de Diagnóstico Precoce (CDP). A proposta é que as pessoas sejam testadas o quanto antes para que possam receber os cuidados necessários e cumprir isolamento, minimizando a propagação do vírus – ressaltou o governador em exercício.

Inicialmente serão abertos três centros, com capacidade para 1,5 mil testes por dia: no Hospital Estadual Alberto Torres e na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Colubandê, em São Gonçalo; e no Hospital Regional do Médio Paraíba Dra. Zilda Arns Neumann, em Volta Redonda. A ideia é estender para mais unidades a partir da semana que vem. Os testes RT-PCR serão agendados pelo aplicativo Dados do Bem. Além disso, o governo está ampliando o número de leitos de UTI: mais 150 leitos nos próximos 15 dias, além dos 112 que já foram abertos.

- Estamos fiscalizando duramente os eventos e abrindo leitos. Estou conversando a todo momento com representantes de shoppings e restaurantes para que essa fiscalização e a questão da higiene sejam intensificadas. Os estabelecimentos que não cumprirem as normas serão multados e até fechados. A população precisa colaborar, as pessoas precisam ter a consciência e continuar usando máscara e mantendo o distanciamento social – observou Castro, ressaltando que na última semana a Secretaria de Estado de Defesa Civil realizou 41 interdições. 

O prefeito eleito Eduardo Paes defendeu que é preciso fazer com que as medidas já estabelecidas sejam cumpridas.

- Defendo que a gente implemente medidas que possam ser cumpridas pela população. Não me parece que o lockdown é a medida adequada para esse momento, nós temos que fazer as restrições que já foram colocadas. Sou defensor da abertura de leitos em hospitais já existentes – destacou Eduardo Paes.

O prefeito eleito afirmou ainda ter conversado com o governador em exercício sobre uma maior aproximação entre a Guarda Municipal e as forças de segurança do estado. O objetivo é estabelecer uma parceria no patrulhamento ostensivo da cidade.

Outra questão debatida entre Paes e Castro foi a volta às aulas em 2021. Segundo o prefeito eleito, assim que for designado o novo secretário municipal de Educação, as decisões sobre retomada das aulas serão alinhadas com o secretário estadual de Educação, Comte Bittencourt.