Cães podem detectar Covid-19 pelo olfato? Artigo da Nature sugere que sim

Aparentemente, cães podem detectar infecções por coronavírus “com precisão impressionante”. É o que sugere um artigo publicado na revista científica Nature, com base em estudos ao redor do mundo.

“Cães estão sendo treinados para detectar o 'sopro' característico das infecções por Covid-19” – diz um trecho da publicação, que segue – “em alguns casos eles [treinadores] dizem que os cachorros conseguem detectar o vírus com precisão quase perfeita”. Segundo os cientistas envolvidos com os estudos, os melhores amigos do homem poderiam ser usados em locais de grande movimentação, como aeroportos e estádios.

Apesar da animação, os cientistas ressaltam que a maioria das descobertas não foram revisadas ou publicadas e precisam ser testadas em estudos de larga escala. Para a publicação, os resultados com os cães são “intrigantes e promissores”. Segundo o neurologista veterinário, Holger Volk, da Universidade de Medicina Veterinária de Hanover, na Alemanha, “ninguém está dizendo que os cachorros podem substituir uma máquina de PCR [teste padrão ouro para Covid], mas eles poderiam ser bastante promissores.”

O único estudo específico sobre a capacidade de cães detectarem Covid publicado em uma revista científica é do grupo Volk. Os pesquisadores treinaram oito cachorros, que foram capazes de identificar corretamente 83% dos casos positivos e 96% dos negativos.  As taxas são similares ao dos testes RT-PCR.

Outros estudos estão em andamento ou não chegaram a ser publicados, mas os cães podem se tornar nossos aliados em mais uma tarefa. Os bichinhos já auxiliam os humanos em missões de resgate de desaparecidos, busca de drogas e armas, como guias para deficientes visuais e, claro, como nossas companhias, além de outras ajudas.