Morre Diego Maradona, aos 60 anos

Morreu nesta quarta-feira (25) o ex-jogador de futebol argentino Diego Armando Maradona, aos 60 anos. Segundo o jornal ‘Clarín’, ele sofreu uma parada cardiorrespiratória em casa, na cidade de Tigre, ao norte de Buenos Aires, na Argentina.

No início do mês, Maradona foi internado com quadro de anemia e depressão, e teve que passar por uma cirurgia para drenar uma hemorragia no cérebro devido a um coágulo. A cirurgia foi bem sucedida, mas havia preocupação com o estado de saúde do ex-craque argentino, que se recuperava em casa. Na manhã desta quarta, Maradona não resistiu a uma parada cardiorrespiratória e morreu aos 60 anos.

Diego Maradona foi um dos maiores craques da história do futebol internacional e continuará a ser, sem dúvida, o maior símbolo do futebol argentino. Ele foi campeão mundial com a camisa 10 da seleção Argentina em 1986 e atuou em outras quatro Copas do Mundo.  Por clubes, brilhou principalmente no Boca Juniors, no Barcelona/ESP e foi ídolo absoluto do Napoli/ITA.

Sua carreira foi marcada também por polêmicas fora de campo, tendo sido flagrado em exames antidoping e preso por posse de alta quantidade de cocaína. Mas é por sua atuação nos campos que Maradona será lembrado, com seus lances mágicos que o levaram a ser comparado com Pelé, o rei do futebol.